sábado, 29 de outubro de 2011

Blogagem Coletiva de Esmaltes e Dia das bruxas??? Nãooooo!!!



 O tema da Blogagem Coletiva de Esmaltes dessa vez não é do meu agrado, mas vou aproveitar para falar um pouquinho sobre o Halloween e deixar a dica desse livro infantil maravilhoso, o "Bruxinha boa? Bruxinha má?", da Claudia Guimarães, que de uma forma muito linda consegue informar sobre o tema da Blogagem que está em desacordo com a Bíblia.
Eu sei que muitas pessoas vão dizer: que bobagem é apenas uma comemoração... eu vou respeitar sua opinião, mas a minha é essa, eu não gosto e não acho que seja uma comemoração inocente, pra mim é algo que desagrada à Deus, pois  a Palavra de Deus é bem clara.

Aqui um trechinho do livro:
" A bruxaria é uma prática muito antiga, que veio de várias regiões da Europa. Esses povos não conheciam o único Deus verdadeiro, criador dos céus e da Terra, e adoravam deusas e deuses inventados por eles mesmos.  Bruxas e bruxas são mulheres e homens que praticam a bruxaria, encantamentos, feitiços, culto aos mortos etc., que praticam tudo o que  não agrada a Deus.Olhem o que Ele diz na Bíblia:
      Não ofereçam os seus filhos em sacrifício, queimando-os no altar. Não deixem que no meio do povo haja adivinhos ou pessoas que tiram a sorte, quem pratique a magia e encantamentos, que seja médium, nem  os que invocam os espíritos dos mortos. O Senhor Deus  detesta os que praticam essas coisas nojentas. (Deuteronômio 18: 10-12)"

O esmalte é da Colorama, e a cor Nariz de Palhaço, passei duas camadas. Uma cor linda e ótima cobertura, até com uma camada fica bom.


Infelizmente o "Dia das bruxas- Halloween", não passa mais desapercebido por aqui, tão comemorado nos EUA, já contaminou o Brasil.

“Mas o Espírito expressamente diz que em tempos posteriores alguns apostatarão da fé, dando ouvidos a espíritos enganadores, e a doutrinas de demônios”. I Tm 4.1.Como surgiu o Halloween?

Dia das Bruxas surgiu há dois mil anos quando povos celtas festejavam o fim do verão, o início do Ano-novo e as fartas colheitas. Sua comemoração original chamava-se Samhain, também conhecida como o Dia das Almas, pois acreditava-se que na noite de 31 de outubro acontecia o encontro entre o mundo espiritual e material. Lendas e contos revelam que os mortos no ano anterior regressam e se encarnam nos vivos para dar uma voltinha pelo mundo terreno. Algumas pessoas dizem que os espíritos regressam para cometer atrocidades, colocar mau olhado nas colheitas e ocasionar danos materiais. Outras pessoas garantem que os celtas acreditavam que as almas eram de membros superiores da Igreja Católica e eram inofensivas. No mundo moderno, o Halloween surgiu em XIX, quando irlandeses implantaram a festa nos Estados Unidos. A data virou uma tradicional festa infantil na qual crianças se fantasiam e pedem doces de casa em casa, dizendo tricks or treats - travessuras ou gostosuras. A animação é tanta que dia 31 de outubro é feriado nos Estados Unidos e o comércio registra alto volume de vendas, inferior somente ao da época de Natal. De acordo com estatísticas, no dia 31 os mais empolgados com as compras gastam um total de U$S 2,5 milhões em fantasias, presentes e acessórios.

HISTÓRIA DO HALLOWEEN Simbolismo e suas origens
O dia 31 de outubro: O dia 31 de outubro não é uma escolha por acaso. No calendário celta, este é um dos quatro principais dias de descanso das bruxas, os quatro dias de "meio trimestre. Nesse tempo, os druidas executavam rituais em que um caldeirão simbolizava a abundância da deusa. Dizia-se que era tempo de "estado intermediário", uma temporada sagrada de superstição e de conjurações de espírito.Para os druidas, 31 de outubro era a noite em que Samhain voltava com os espíritos dos mortos. Eles precisavam ser apaziguados ou agradados; caso contrário, os vivos seriam ludibriados. Acendiam-se enormes fogueiras nos topos das colinas para afugentar os espíritos maus e aplacar os poderes sobrenaturais que controlavam os processos da natureza. Recentemente alguns imigrantes europeus, de um modo especial os irlandeses, introduziram o Halloween nos Estados Unidos. No final do século passado, seus costumes se haviam tornado populares. Era ocasião de infligir danos às propriedades, e consentir que se praticassem atos diabólicos não tolerados noutras épocas do ano. A Igreja Católica celebrava originalmente o "Dia de Todos os Santos" no mês de maio e não dia 1 de novembro como é feito atualmente. O Papa Gregorio III, em 835, tentando apaziguar a situação nos territórios pagãos recém conquistados no noroeste da Europa, permitiu-lhes combinar o antigo ritual do "Dia de Samhain" ou "Vigília de Samhain" (algo parecido com o que os católicos fizeram no Brasil com os deuses africanos e os santos da igreja no tempo da escravidão). O Panteão de Roma, templo edificado para adoração de uma multiplicidade de deuses, foi transformado em igreja. Os cristãos celebravam ali o dia dos santos falecidos no dia posterior ao que os pagãos celebravam o dia de seu Senhor dos Mortos.
Bruxas e fantasmas: Os antigos druidas acreditavam que em uma certa noite (31 de outubro), bruxas, fantasmas, espíritos, fadas, e duendes saiam para prejudicar as pessoas.
Cabeças de Abóbora ("Jack-o-lanterns"): A lanterna feita com uma abóbora recortada em forma de "careta", veio da lenda de um homem notório chamado Jack, a quem foi negada a entrada no céu, por sua maldade, e no inferno, por pregar peças no diabo. Condenado a perambular pela terra como espirito até o dia do juízo final, Jack colocou uma brasa brilhante num grande nabo oco, para iluminar-lhe o caminho através da noite. Este talismã (que virou abóbora) simbolizava uma alma condenada.
"Travessuras ou Doces" "Trick or Treat": Acreditava-se na cultura celta que para se apaziguar espíritos malignos, era necessário deixar comida para eles. Esta prática foi transformada com o tempo e os mendigos passaram a pedir comida em troca de orações por quaisquer membros mortos da família. Também neste contexto, havia na Irlanda a tradição, que um homem conduzia uma procissão para angariar oferendas de agricultores, a fim de que sua colheitas não fossem amaldiçoadas por demônios. Uma espécie de chantagem, que daí deu origem ao "travessuras ou doces" "Trick or Treat".As máscaras e fantasias: As máscaras têm sido um meio de supersticiosamente afastar espíritos maus ou mudar a personalidade do usuário e também de comunicação com o mundo dos espíritos. Acreditava-se enganar e assustar os espíritos malignos, quando vestidos com máscaras. Também em outras culturas pessoas tem usado máscaras para assustar demônios que acreditavam trazer desastres como epidemias, secas, etc. Grupos envolvidos com magia negra e bruxaria também usam máscaras para "criar uma ligação" com o mundo dos espíritos

O Halloween hoje: O Halloween tem outros aspectos negativos além de sua herança pagã arraigada na bruxaria e sua ênfase sobre o diabo e as trevas. Alguns vândalos estão mais interessados em brincadeiras de mau gosto do que em festas. Há vários casos de criminosos e loucos distribuindo balas envenenadas ou guloseimas contendo agulhas ou lâminas. Outro perigo é o de que os motoristas não vêem as crianças com trajes típicos de cores escuras andando em ruas escuras. Seria difícil você pensar numa virtude positiva nos festejos do Halloween. Seu simbolismo envolve demônios, fantasmas, morte, trevas, esqueletos, medo e terror.
O que a Bíblia diz:
Sobre o culto ao medo: II Tim.1:7
Sobre um dia especial do mal: Salmos 118:24
O que Deus pensa dessa práticas e seus praticantes: Deut.18:9-14; Isa. 8:19; Lev. 19:26, 31; 20:6-8; 20:27;
Sobre as chantagens da esmola: Salmos 37:25
No Novo Testamento: Gal. 5:19-21; Apoc. 21:8; 22:15
Nossa resposta: Rom. 12:2; I João 4:4; Efés. 6:12; I Pedro 5:8-9; II Cor. 2:11

Refletindo: Existe algo de ruim nisto? Quer dizer que esta simples festividade com pessoas e crianças se fantasiando, pedindo doces é um remanescente de antigas práticas de magia negra, culto aos mortos e outras coisas sinistras? Tire suas próprias conclusões:
1. Nos Estados Unidos da América do Norte foram proibidas as orações públicas. O princípio do sectarismo tirou das escolas a celebração do Natal. Mas o Halloween permanece.
2. O abrigo de gatos de Chicago tem uma procura muito grande de gatos pretos durante os festejos de Halloween. Temendo que os gatos estivessem sendo usados em rituais macabros pelos que se auto-proclamam bruxos, a Sociedade Protetora de Animais excluiu a adoção durante essa temporada.
3. No Brasil e no mundo estão aparecendo pessoas se auto-intitulando bruxos.
4. Simbolismo apenas? Pense em alguns símbolos e analise-os. Há algum significado? Há alguma importância? Há alguma influência? Exemplo: cabeça de abóbora, suástica, crânio com ossos cruzados... Deve uma igreja acolher tais festividades? Deve um crente participar de tais festividades?
5. Hoje, mais e mais casos de sacrifícios humanos ocorrem no mundo ocidental justamente nesta época.
6. Até os pais da Reforma Protestante cometeram absurdos de injustiça nesta área. Não estaríamos nós celebrando a injustiça que tanto desagrada a Deus? (Isaías 6.7-8). Devemos nos colocar a par para um posicionamento ético quando alguém nos perguntar sobre a questão. Este estudo não é para dar mais "Ibope" ao diabo. Crentes não devem temer o Halloween. Dia 31 de outubro continua sendo um dia que o Senhor Deus criou. Não há espaço aqui para extremismo e nem para fobias. Exemplo de extremismo característicos do povo Cristão: A primeira edição de "A Origem das espécies" de Darwin, foi praticamente esgotada pela corrida dos crentes para comprar o "livro herege"... nós financiamos a segunda edição do livro e, provavelmente, a popularidade da teoria. Há uns 5 anos atrás várias pessoas faziam palestras sobre a Nova Era e as igrejas estavam super alertas para a simbologia e embaixadores desse movimento. Isso gerou uma verdadeira "paranóia", ao ponto de acusarem a Junta de Missões de "Nova Era", por trazer o desenho de um arco-íris, um dos supostos símbolos, em um de seus cartazes.
“Como os portais entre os dois mundos estão abertos, é o momento propício para a realização de feitiços, pedidos, previsões, limpeza, etc.”

“Portanto guardareis o meu mandamento, de modo que não caiais em nenhum desses abomináveis costumes que antes de vós foram seguidos, e para que não vos contamineis com eles. Eu sou o Senhor vosso Deus.” Lv 18.30.

**Pesquisa retirada do blog da Alexa Guerra.

10 comentários:

  1. oi Lu, nao estamos fazendo mal, so brincando de faz de conta!!!

    depois visita eu??

    http://anacristinap.blogspot.com/2011/10/blogagem-coletiva-de-esmaltes-halloween.html

    bom final de semana, bjo bjo

    ResponderExcluir
  2. ♥ A mana a Bíblia diz: "o meu povo perece por falta de conhecimento".Em outras palavras por ignorancia das Sagradas Escrituras, dai invocam os mortos rezando por quem já morreu, pedindo a defuntos, aos santos, quando deveriam pedir sim unicamente a Jesus Cristo, pois é o unico caminho. Com disse Jesus: "Eu sou o Caminho, a Verdade, e a Vida. Ninguém vem ao Pai senão por mim!"
    Sai bruxas, sai papai noel, sim Jesus, sim Papai do Céu, Deus!!!!!!!!!!
    Beijos maninha te amo de montão.

    ResponderExcluir
  3. LÚ, EU AMO ESMALTE DESSA COR SUAS UNHAS FICARAM LINDAS!

    BEIJÃO, FICA COM DEUS!

    ResponderExcluir
  4. Lú, pura verdade, vou postar no meu blog seu post ok? esse é um lixo que querem que agente engula... bjk e saudades de vc!

    ResponderExcluir
  5. Publiquei o link na blogagem coletiva, temos que informar quem não conhece...mas brincar com o tema eu não acho nada demais.
    Bj bonita

    ResponderExcluir
  6. Oi Luciana,
    Gostei da pesquisa. Aqui estamos s´na brincadeira, no faz de conta.
    Adorei a dica do livro infantil e o esmalte nariz de palhaço.

    beijos
    Chris
    http://inventandocomamamae.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  7. Só não podemos esquecer que até um chá que fazemos é considerando bruxaria. e aí, somos bruxas?

    ResponderExcluir
  8. A cor do seu esmalte ficou dá hora!!!!
    Beijos
    Miga
    Andréa

    ResponderExcluir
  9. Eu estava discutindo essa assunto hoje aqui em casa. Como disse o Anônimo aí em cima, houve um tempo em que até mesmo fazer um chá era considerado bruxaria. Bom, qq coisa era considerado bruxaria. Mas não é esse o ponto principal do post e nessa questão eu concordo com vc nos seguintes termos: é uma tradição distorcida, com origem na crença dos celtas, e que veio importada para nós por puro comércio. Tirando isso, eu não tenho nada contra bruxaria, ou contra qq coisa, aliás. Só não gosto desse tal de dia das bruxas. Bjs.

    ResponderExcluir
  10. Thanks for sharing information on Pitadas de Sabor e Arte, i have visited your blog great post.................

    Igreja Crista Brasileira Scone












    ResponderExcluir

Obrigada pela visita e pela delicadeza em deixar um recadinho ! Bjos, Lú.