quinta-feira, 28 de julho de 2011

Bolo de Maçã.


"Quero ver
toda a
população
do mundo
unida, reunida,
no ato mais simples da terra:
morder uma maçã"
                                      (Pablo Neruda)



Um bolinho de maçã é sempre tão bom, enquanto ele está assando vamos sentindo aquele aroma tão gostoso da maçã e da canela, que pra mim combinam tão bem. E aí quando sai do forno eu nem espero esfriar como assim quentinho, contrariando o que dizia a minha Mãe (bolo quente dá dor de barriga). Essa receitinha eu peguei do programa Anonymos Gourmet, do querido Antônio Pinheiro Machado, que assisto praticamente quase todos os dias.


Ingredientes:
-4 maçãs.
-4 ovos.
-1/2 xícara de óleo.
-1/2 xícara de açúcar.
-2 1/2 xícara de farinha de trigo.
- 1 colher (sopa) de fermento em pó.
-1 colher (sopa) de canela.
-1 xícara de açúcar cristal + 1 colher (sopa) de canela misturados para cobertura.




Bata no liquidificador os ovos, o óleo, o açúcar, a canela e as maçãs cortadas em pedaços (retire as sementes, mas coloque com a casca. Enquanto isso, peneire a farinha de trigo com o fermento.  Misture a massa batida no liquidificador com  a farinha já com o fermento. Misture bem até a massa ficar homogênea.
 Arrume a massa em uma fôrma untada e enfarinhada. Por cima o açúcar cristal e canela. Leve ao forno, médio, preaquecido por 45 min.


Obs: Essa é a segunda vez que faço, dessa vez eu não coloquei a cobertura, então eu coloquei 1 xícara de açúcar ao invés de só 1/2 xícara, mas quem quiser colocar a cobertura fica muito bom também, fica uma casquinha crocante por cima.


terça-feira, 26 de julho de 2011

A Arte de ser Avó.


Comemoramos e agradecemos à Deus porque "um belo dia, sem que lhe fosse imposta nenhuma das agonias da gestação ou do parto, o doutor lhe põe nos braços uma menina. Completamente grátis - nisso é que está a maravilha. Sem dores, sem choro, aquela criancinha da sua raça, da qual vc morria de saudades, símbolo ou penhor da mocidade perdida".
"Pois aquela criancinha, longe de ser um estranho, é uma menina que se lhe é "devolvida"
"E o espantoso é que todos lhe reconhecem o seu direito sobre ela, ou pelo menos o seu direito de a amar com extravagância, ao contrário, causaria escândalo ou decepção, se vc não a acolhesse imediatamente com todo aquele amor que há anos se acumulava, desdenhado, no seu coração".


"E o misterioso entendimento que há entre avó e neta, na hora em que a mãe castiga, e ela olha para vc, sabendo que, se vc não ousa intervir abertamente, pelo menos lhe dá sua incondicional cumplicidade".
"Sim, tenho certeza de que a vida nos dá os netos para nos compensar de todas as mutilações trazidas pela velhice. São amores novos, profundos e felizes, que vêm ocupar aquele lugar vazio, nostálgico, deixado pelos arroubos juvenis".
"Já a avó não tem direitos legais, mas oferece a sedução do romance e do imprevisto. Mora em outra casa. Traz presentes".
Faz coisas não programadas. Leva a passear, "não ralha nunca". Deixa lambuzar de pirulito. Não tem a menor pretensão pedagógica. É a confidente das horas de ressentimento, o último recurso dos momentos de opressão, a secreta aliada nas crises de rebeldia".


"Uma noite passada em sua casa é uma deliciosa fuga à rotina, tem todos os encantos de uma aventura".


Aliás, desconfio muito de que os netos são melhores que namorados, pois que as violências da mocidade produzem mais lágrimas do que enlevos".


"E quando vc vai embalar a neta e ela, tonta de sono, abre um olho, lhe reconhece, sorri e diz "", seu coração estala de felicidade, como pão ao forno".
(poema de Raquel de Queiróz)


Daqui a alguns dias a minha fofa completará 1 aninho e todo esse tempo tem sido de emoção, um sentimento difícil de descrever, mas que posso afirmar ser belo, tão grande e maravilhoso. Sou feliz por ser avó!
Desejo a todas as vovós um feliz e abençoado dia. Parabéns Vovós!! 

domingo, 24 de julho de 2011

Cilada.com

Fomos ver eu, marido e filhote, gostamos muito, rimos bastante. Um programa bem interessante para descontrair e se divertir. Valeu a pena.
Se você quer ver o trailer do filme clica aqui.

O dia hoje está lindo por aqui, o sol radiante, trazendo alegria e um tiquinho de calor para aquecer. Amo o sol, sei que a chuva é necessária e  acho lindo de ver... mas frio e chuva... ai não, não gosto não!!!!


Um lindo e abençoado domingo a todos.
Bjos, Lú.

sábado, 23 de julho de 2011

Amy Winehouse.



Infelizmente uma morte anunciada. Alguém que viveu tão pouco, foi abençoada com uma voz linda. Uma vida  que foi tragada pelo uso de drogas.
Aqui deixo minha tristeza por essa vida que se foi e por tantas outras que se vão todos os dias pelo mesmo motivo. 
Jovens sendo levados pela escravidão das drogas lícitas e ilícitas. Sou contra o álcool que é tão consumido, sou contra a maconha, que lutam agora pela liberação, sou contra a qualquer coisa que te torne um escravo, que tome tua liberdade, que não te deixe raciocinar.
Que Deus tenha misericórdia de todos nós, que nos livre do mal, pois o mundo está doente. As famílias desestruturadas, nossos jovens sem rumo e a sociedade sem saber que medida tomar.


"E por se multiplicar a iniquidade, o amor se esfriará de quase todos." (Mateus 24:12)

sexta-feira, 22 de julho de 2011

Pão de Queijo 2 Polvilhos.


Eu amo pão de queijo e sempre quando aparece uma receitinha nova eu gosto de testar. Todas que fiz até hoje, são muito boas e não ficam devendo em nada. Essa é uma maravilha também. Para quem é louquinha por um pãozinho de queijo como eu, faça. Receitinha que veio de um cantinho tudo de bom o Na Cozinha da Lú, se você não conhece clica em cima do nome e faz uma visitinha, vais gostar muito.

Ingredientes:
2 xícaras de polvilho azedo
2 xícaras de polvilho doce
1 xícara de óleo
1 xícara de leite
4 ovos
1 colher de chá de sal
100gr de queijo parmesão (pode ser com meia cura, padrão e misturados)

Leve ao fogo o leite com o óleo e o sal. Enquanto isso misture bem numa tigela os dois polvilhos. Quando o leite ferver, desligue e derrame sobre os polvilhos mexendo bem com um garfo. Espere esfriar para adicionar os ovos,um a um, mexendo bem. Por último acrescente o queijo ralado e amasse bastante. Unte as mãos com óleo e forme as bolinhas do tamanho preferido (usei tamanho de brigadeiro comum e rendeu 50 pãezinhos) Se quiser congelar, é só levar uma assadeira cheia deles para o freezer (cru mesmo) depois de endurecidos, guarde em embalagem própria para congelamento (saquinhos).
Se for assar, esquente bem o forno (200º) por uns 10 minutos e só depois leve os pães a assar em assadeira sem untar.
Para rechear basta faze-lo no momento de enrolar as bolinhas.

OBS: espere esfriar os polvilhos antes de acrescentar os ovos e o queijo, senão não dá certo.


sábado, 16 de julho de 2011

Bolo de Ricota.


Aquele frio terrível graças à Deus ainda não voltou. A Valentina está melhor, obrigada a todos que desejaram melhoras.
Esse é um bolinho pra se apaixonar, fofinho e muito gostoso. O lanche da tarde foi acompanhado de muitos elogios pelo bolinho que tem um sabor bem especial.

Ingredientes:
1 lata de leite condensado

250 gr de ricota

3/4 de xícara de  óleo

2 colheres (sopa) de Açúcar

3 ovos

2 xícaras de farinha de trigo

1 colher (chá) essência de baunilha

1 colher (sopa) de fermento

1 pitada de sal

No liquidificador coloque o leite condensado, a ricota, os ovos, o óleo, o açúcar, a essência de baunilha e a pitada de sal, bata bem.
Depois coloque em uma  vasilha  e misture a farinha e o fermento.
Coloque em  uma fôrma untada e polvilhada e leve a assar em forno preaquecido, em temperatura média, por mais ou menos 40 minutos.

quinta-feira, 14 de julho de 2011

Como rechear cupcakes.

Uma das maravilhas da internet é que estamos sempre aprendendo, são muitas dicas, passo-a-passo e informações muito interessantes.
Achei bem legal essa imagem que a Paulinha postou, ela retirou daqui.

quarta-feira, 13 de julho de 2011

Patê. Atualizando.





O frio deu uma trégua, desde sábado, para minha felicidade, que maravilha não ficar sentindo como se você fosse um picolé. A Valentina está gripadinha e com febre, dá uma dó vê-la assim.

Eu e meu marido quando vamos em alguns restaurantes sempre comemos esse patê que é servido como entrada, algumas vezes eu faço em casa, e como é bom.

Ingredientes:
5 pepinos (em conserva) bem picadinhos
1 cenoura pequena ralada bem fininha
2 colheres (sopa) de maionese
1 colher (sopa) de leite
gotinhas de limão.

Misturar todos os ingredientes e servir com torradinhas e pãezinhos.

OBS: Tinha esquecido de colocar que o pepino é aquele em conserva.


segunda-feira, 11 de julho de 2011

Chá de Maracujá.




Uma receitinha para aquecer nesse inverno gelado e 

deixar qualquer um bem calminho. Eu faço sempre e é 

uma beleza.

Aqueça 4 xícaras de água (não deixe ferver), coloque  

a polpa de 1 maracujá fresco, cubra a panela por uns 

2 minutos. Coe e adoce conforme sua preferência.

quinta-feira, 7 de julho de 2011

Encomenda e sorteio da Nay.


Encomendei um caderninho lindo da Nayara, pedi que fosse lilás. E olha só que graça ficou, ainda veio com essa canetinha que tem uma rosinha linda  de tecido  e uma cartinha  que me emocionou muito. A Nayara faz coisas lindas e está com um sorteio super bacana em seu blog.
Conheci a Nay, já faz alguns anos, através do blog dela Day by Day, eu nem tinha meu blog ainda, e nos tornamos amigas,  e a sensação é que somos amigas desde sempre. A história do artesanato na vida da Nay é maravilhosa, é a mão de Deus agindo. Se você quer conhecer essa história clique aqui.


 Para participar é só ir aqui, seguir as regras e concorrer a um lindo caderno feito por ela. Eu já tenho o meu, mas estou concorrendo a mais um. Passa lá e não perde tempo.

segunda-feira, 4 de julho de 2011

Batatinhas em conserva


Essa batatinha fica uma delícia, pode ser usada na salada, como aperitivo ou como desejar. Você pode guardá-la na geladeira que a conserva fica perfeita por meses, mas acho que não vai durar muito. Essa receitinha eu peguei daqui.


Ingredientes

  • 1 quilo de batatinhas (batatas "bolinha")
  • 1 cebola média
  • 2 dentes de alho
  • 1/2 xícara (chá) de salsinha
  • 1/2 xícara (chá) de manjericão
  • 1 pimentão verde pequeno
  • 4 pimentas de cheiro
  • 1 copo americano de vinagre de vinho branco
  • 1/2 copo americano de azeite de oliva extra-virgem
  • sal e pimenta-do-reino a gosto

Lave bem as batatinhas. Não as descasque. Leve ao fogo em água salgada suficiente para cobri-las e acrescente 1/2 copo americano de vinagre de vinho branco. Cozinhe até que fiquem macias, mas firmes (o que os italianos chamam de al dente), o que deve levar aproximadamente 20 minutos após o início da fervura. Não deixe passar, pois não fica bom.

Enquanto isso, pique bem as cebolas, o alho, o cheiro verde, o pimentão e as pimentas. Lembre-se de retirar as sementes e a parte branca interna do pimentão, mas mantenha as sementes das pimentas, responsáveis pelo "ardidinho". Misture esses ingredientes e tempere com sal e pimenta-do-reino.
Reserve a água do cozimento das batatinhas. Perfure cada uma com um garfo.
 Em um vidro esterilizado, inicie a montagem da conserva em camadas: batatas, a mistura de temperos, um fio generoso de azeite, um pouco de vinagre de vinho branco, mais batatinhas e assim por diante. Termine com o azeite e o vinagre.
Preencha os espaços entre as batatinhas com a água do cozimento.
A conserva de batatas pode ser montada enquanto os ingredientes estão quentes. O vidro também pode estar quente.
Depois de esfriar, guarde o vidro na geladeira.

Obs: O azeite gelado pode ficar esbranquiçado, mas desaparece após alguns minutos em temperatura ambiente.